Saiba como perder peso. Abordamos o tema das dietas e dos exercícios físicos como forma de perder peso tendo por base o consumo de calorias para emagrecer. Dicas sobre a melhor forma de emagrecer, compilando informação relevante. Queimar calorias de modo sustentado, através de actividade física.


sexta-feira, 1 de abril de 2011

Receita para perder peso


A perda de peso ocorre sempre que o dispêndio de energia ultrapassa a ingestão energética.
Para que ocorra perda de peso de maneira saudável, é indicado que a ingestão energética seja de 500 a 1000Kcal abaixo do dispêndio diário de energia.
Dietas muito restritivas com o intuito de aumentar o déficit energético além de 1000Kcal diárias prometendo grandes perdas de peso em 1 semana ou menos, certamente permitirão a recuperação do peso perdido com mais facilidade.
Isso ocorre porque nesse tipo de dieta a maior parte da perda de peso inicial é de carboidratos e água, permanecendo nos organismo a maior parte das reservas de gordura.
Estudos apontam que na primeira semana de dieta, a perda de água chega a ser responsável por cerca de 70% do peso perdido.
A proporção de perda de peso em função da perda de água vai diminuindo gradativamente ao longo da dieta, até deixar completamente de contribuir com a perda de peso somente a partir da quarta semana.
Neste ponto a perda de peso é devida apenas a perdas de gordura e proteínas (nas proporções de 85 e 15%, respectivamente).
Após a semana inicial de dieta, uma mulher de 80 Quilos, por exemplo, que esteja praticando exercício moderado e atinja um deficit energético de 1000 Kcal por dia, deverá perder de forma saudável, aproximadamente 450 gramas de gordura a cada 3,4 dias.
As dietas recomendadas são aquelas pobres em gorduras e com quantidades moderadas de carboidratos e proteínas. Dietas extremamente pobres em carboidratos são inadequadas, e geralmente são compensadas por quantidades maiores de gorduras e proteínas ingeridas.
Apesar de muitas revistas da moda garantirem que esse tipo de dieta funciona, isso não é verdade, pois o organismo não quebra totalmente a gordura quando há pouco carboidrato disponível, ou seja, a gordura só é totalmente degradada na presença de algum carboidrato.
O resultado da quebra parcial de gorduras é uma molécula chamada de corpo cetônico, que sobrecarrega o organismo até que seja excretado na urina.
Alguns tentam ainda argumentar que justamente a quebra parcial, e não total das gorduras, faz com que mais e mais gordura tenha que ser quebrada para suprir o organismo, no entanto, fisiologistas conceituados alegam que as quantidades de gordura consumida em dietas muito restritivas ao carboidrato são de maneira compensatória, extremamente rica em gorduras, fazendo com que mesmo a quebra parcial não consiga causar o déficit energético desejado no organismo.
Além disso, os riscos à saúde causados pelos corpos cetônicos são muito altos. Sendo assim, não há dietas milagrosas, o ideal é comer de tudo e diminuir a quantidade, reduzindo sempre a proporção de gorduras em relação aos outros nutrientes.
Para emagrecer basta, salvo em casos de desequilíbrio hormonal, adequar a dieta e fazer o máximo possível de actividades físicas, e com insistência e paciência atingirá seus objectivos.
Esta é receita para perder peso.

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL